Avaliação e Intervenção Psicopedagógica a crianças com queixa de dificuldade em aprender

Projeto
Extensão

Sobre o programa

Os cursos de Psicologia, Pedagogia, Serviço Social e Educação Física da Faculdade Guairacá, reúnem-se em torno deste projeto que propõe uma ação integrada no enfrentamento das dificuldades escolares de estudantes de diferentes instituições de ensino. Assim, elegeu-se a perspectiva psicopedagógica como matriz teórica norteadora do trabalho de avaliação e intervenção junto às crianças que procuram o Centro de Psicologia Aplicada com queixa de dificuldade de aprendizagem. Portanto, o trabalho será de uma perspectiva interacionista já que, a aprendizagem só é possível por meio de relações positivas entre aprendente e ensinantes. Pretende-se, pois, oportunizar às crianças, experiências positivas em relação a suas aprendizagens. A partir dos encaminhamentos realizados por pais ou professores, os acadêmicos do curso de Serviço Social fazem a caracterização do perfil sócio-econômico das famílias e as acompanham no sentido de envolver seus integrantes na condução do processo de aprendizagem. Os acadêmicos dos cursos de Psicologia e de Pedagogia têm como foco, a realização de diagnóstico e a proposição de intervenções psicopedagógicas às crianças, tanto em grupos como individualmente, priorizando atividades lúdicas direcionadas, proporcionando a re-significação do processo de aprendizagem. O objetivo destas proposições é investigar o que as crianças já conhecem e como aprenderam e intervir no sentido de promover novas aprendizagens. Os acadêmicos do curso de Educação Física fazem a avaliação psicomotora das crianças proporcionando o desenvolvimento das habilidades motoras relacionadas às dificuldades de aprendizagem por meio de jogos cooperativos. A ação conjunta dos cursos envolvidos contribui para o fortalecimento de um modelo de intervenção que supera a fragmentação das ciências e neste sentido, recorre-se a Demo (1997) ao afirmar que: “a realidade é interdisciplinar”.